Área dos Cursos
37º FESTIVAL DE DANÇA DE JOINVILLE
 
 | Home | Sair |
 
CURSOS PROFESSORES INSCRIÇÕES
Adriana VillelaAlan Rezende
Alice ArjaBete Arenque
Bete SpinelliCarla Martins
Carlos FontinelleCarlos Laerte
Deise CalaçaDr. Fernando Zikan
Eduardo SôEliana Caminada
Esther WeitzmanFernanda Fiuza
1 2 3


   
DR. FERNANDO ZIKAN

CURRÍCULO
PROFESSOR PHD DO DEPARTAMENTO DE FISIOTERAPIA, FACULDADE DE MEDICINA UFRJ.
FISIOTERAPEUTA DA CIA DE BALLET DO THEATRO MUNICIPAL DO RIO DE JANEIRO E PROFESSOR DA DISCIPLINA SAÚDE E DANÇA DA ESCOLA ESTADUAL DE DANÇA MARIA OLENEWA (TMRJ).
COORDENADOR DA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO E ENSINO E MEMBRO DO COMITÊ DE CABEÇA E COLUNA DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE FISIOTERAPIA EM TRAUMATO-ORTOPEDIA (ABRAFITO).
DOUTOR E MESTRE PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO, COM DISSERTAÇÃO E TESE DEFENDIDAS NOS TEMAS SAÚDE DO BAILARINO E PREVENÇÃO DE LEÕES NA DANÇA, DESENVOLVIDAS NO TMRJ E NA ESCOLA DO TEATRO BOLSHOI, JOINVILLE SC, COM PUBLICAÇÕES SOBRE O TEMA.
PÓS-GRADUADO EM FISIOTERAPIA EM TRAUMATO-ORTOPEDIA E ESPECIALISTA EM OSTEOPATIA PELA ESCOLA DE MADRI.
PROFESSOR CONVIDADO DE CURSOS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TODO O BRASIL, TENDO EXPERIÊNCIA NA ÁREA DE FISIOTERAPIA, COM ÊNFASE EM FISIOTERAPIA ORTOPÉDICA, TERAPIA MANUAL E OSTEOPATIA, ATUANDO PRINCIPALMENTE NOS SEGUINTES TEMAS: FISIOTERAPIA E DANÇA.


19 -ANATOMIA VOLTADA PARA A DANÇA I 

PÚBLICO ALVO
PROFESSORES DE DANÇA, GESTORES DE ESCOLAS DE DANÇA, BAILARINOS E DEMAIS PROFISSIONAIS DA SAÚDE QUE ATUAM EM DANÇA.

PRÉ-REQUISITOS
ENSINO MÉDIO.

PROGRAMA DE AULA
O CURSO TERÁ COMO CONTEÚDO INFORMAÇÕES REFERENTES A ANATOMIA HUMANA E SUAS RELAÇÕES COM A NEUROCIÊNCIAS, MOTRICIDADE HUMANA, CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO, HABILIDADES CORPORAIS E
COGNITIVAS E CONDICIONANTES ENDÓGENOS E EXÓGENOS PARA O BOM DESENVOLVIMENTO CORPORAL EM DANÇA.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
OBJETIVAMOS INSTRUIR O CURSISTA DE INFORMAÇÕES RELATIVAS AO CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO CORPORAL DOS PRATICANTES DE DANÇA, DESPERTANDO O OLHAR AGUÇADO NAS CARACTERÍSTICAS CORPORAIS DO BAILARINO.

METODOLOGIA:
TRATA-SE DE UM CURSO DE METODOLOGIA EXPOSITIVA A PARTIR DE TEMAS PRÉ-SELECIONADOS PELO PROFESSOR PARA QUE SEJA ESTIMULADO UM DEBATE ACERCA DAS CARACTERÍSTICAS DO TEMA DE CADA AULA COM AS EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS E ESCLARECENDO DÚVIDAS REFERENTES AO FUNCIONAMENTO CORPORAL,A PARTIR DE SUAS FUNDAMENTAÇÕES ANATOMO FISIOLÓGICAS.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
A PARTIR DAS DISCUSSÕES ESTABELECIDAS EM SALA DE AULA, PELAS EXPOSIÇÕES DE SITUAÇÃO-PROBLEMA, O PROFESSOR TERÁ SUBSÍDIOS PARA OBSERVAR O GRAU DE APRENDIZADO DE CADA ALUNO CURSISTA.

20 -ANATOMIA VOLTADA PARA A DANÇA II 

PÚBLICO ALVO
PROFESSORES DE DANÇA, GESTORES DE ESCOLAS DE DANÇA, BAILARINOS E DEMAIS PROFISSIONAIS DA SAÚDE QUE ATUAM EM DANÇA.

PRÉ-REQUISITOS
PODERÃO PARTICIPAR DO NÍVEL II QUEM JÁ REALIZOU O NÍVEL I DO CURSO EM 2018 (VAGAS PREFERENCIAIS) OU GRADUADOS EM DANÇA, EDUCAÇÃO FÍSICA OU FISIOTERAPIA EM INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR.

PROGRAMA DE AULA
CONTEÚDO DO PROGRAMA DE ENSINO:
A PROPOSTA DO NÍVEL II DO CURSO É ESTABELECER CRITÉRIOS MÍNIMOS DE OBSERVAÇÃO DO CORPO DOS BAILARINOS, PARA QUE POSSAM IDENTIFICAR DE FORMA PRECOCE ALTERAÇÕES E COMPORTAMENTOS ANORMAIS. SERÃO ABORDADAS FORMAS DE AVALIAÇÃO FÍSICA E IDENTIFICAÇÃO PRECOCE DE ALTERAÇÕES ORGÂNICAS: POSTURAIS, DE MOBILIDADE/FLEXIBILIDADE E COORDENAÇÃO MOTORA. UTILIZAREMOS AO FINAL DO CURSO EXEMPLOS PRÁTICOS COM BAILARINOS LEVADOS PELOS CURSISTAS PARA AVALIAÇÕES PRÁTICAS.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
OBJETIVAMOS INSTRUIR O CURSISTA DE INFORMAÇÕES RELATIVAS A FORMA DE CORRELACIONAR OS CONHECIMENTOS TEÓRICOS COM A AVALIAÇÃO PRÁTICA DOS PRATICANTES DE DANÇA, NO QUE SE REFERE A ESTRATÉGIAS DE AVALIAÇÃO PRECOCE DE ALTERAÇÕES E DE CONDUTAS PREVENTIVAS DE LESÕES.

METODOLOGIA:
TRATA-SE DE UM CURSO DE METODOLOGIA EXPOSITIVA A PARTIR DE TEMAS PRÉ-SELECIONADOS PELO PROFESSOR PARA QUE SEJA ESTIMULADO UM DEBATE ACERCA DAS CARACTERÍSTICAS DO TEMA DE CADA AULA COM AS EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS E ESCLARECENDO DÚVIDAS REFERENTES AO FUNCIONAMENTO CORPORAL,A PARTIR DE SUAS FUNDAMENTAÇÕES ANATOMO FISIOLÓGICAS, COM A POSSIBILIDADE NOS ÚLTIMOS DOIS DIAS DE AVALIAÇÕES PRÁTICAS DE BAILARINOS, LEVADOS PELOS PRÓPRIOS ALUNOS, CONFORME ACORDADO ENTRE O PROFESSOR E A TURMA DURANTE O CURSO.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
A PARTIR DAS DISCUSSÕES ESTABELECIDAS EM SALA DE AULA, PELAS EXPOSIÇÕES DE SITUAÇÃO-PROBLEMA,O PROFESSOR TERÁ SUBSÍDIOS PARA OBSERVAR O GRAU DE APRENDIZADO DE CADA ALUNO CURSISTA.

21 -SAPATILHA DE PONTA: QUANDO COMEÇAR? 

PÚBLICO ALVO
PROFESSORES DE DANÇA, GESTORES DE ESCOLAS DE DANÇA, BAILARINOS E DEMAIS PROFISSIONAIS DA SAÚDE QUE ATUAM EM DANÇA.

PRÉ-REQUISITOS
NÍVEL MÉDIO DE FORMAÇÃO ESCOLAR.

PROGRAMA DE AULA
CONTEÚDO DO PROGRAMA DE ENSINO:
A PROPOSTA DO CURSO É ESTABELECER COM OS ALUNOS OS PARÂMETROS PRIMORDIAIS PARA A TOMADA DE DECISÃO SOBRE QUAL MOMENTO SERÁ IDEAL PARA O INÍCIO DO USO DAS SAPATILHAS DE PONTA. A PARTIR DE CRITÉRIOS ANÁTOMO-FISIOLÓGICOS, IDENTIFICAR EM QUE MOMENTO A ALUNA SE MOSTRA APTA A INICIAR O USO DA SAPATILHA, CORRELACIONANDO IDADE, TEMPO DE PRÁTICA DO BALÉ E CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
OBJETIVAMOS INSTRUIR O CURSISTA DE INFORMAÇÕES RELATIVAS AO FUNCIONAMENTO CORPORAL, AS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS COGNITIVAS E EMOCIONAIS PARA FUNDAMENTAR SUA DECISÃO NO QUE TANGE AO MELHOR MOMENTO PARA A ALUNA UTILIZAR AS SAPATILHAS DE PONTA.

METODOLOGIA:
TRATA-SE DE UM CURSO DE METODOLOGIA EXPOSITIVA A PARTIR DE TEMAS PRÉ-SELECIONADOS PELO PROFESSOR PARA QUE SEJA ESTIMULADO UM DEBATE ACERCA DAS CARACTERÍSTICAS DO TEMA DE CADA AULA COM AS EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS POR CADA ALUNO. AINDA ESCLARECENDO DÚVIDAS REFERENTES AO FUNCIONAMENTO CORPORAL, A PARTIR DE SUAS FUNDAMENTAÇÕES ANATOMO FISIOLÓGICAS, COM A POSSIBILIDADE ORIENTAR O MELHOR MOMENTO PARA SE PENSAR O INÍCIO DO USO DAS SAPATILHAS DE PONTA.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
A PARTIR DAS DISCUSSÕES ESTABELECIDAS EM SALA DE AULA, PELAS EXPOSIÇÕES DE SITUAÇÃO-PROBLEMA, O PROFESSOR TERÁ SUBSÍDIOS PARA OBSERVAR O GRAU DE APRENDIZADO DE CADA ALUNO CURSISTA.
Festival de Dança de Joinville