Área dos Cursos
37º FESTIVAL DE DANÇA DE JOINVILLE
 
 | Home | Sair |
 
CURSOS PROFESSORES INSCRIÇÕES
Adriana VillelaAlan Rezende
Alice ArjaBete Arenque
Bete SpinelliCarla Martins
Carlos FontinelleCarlos Laerte
Deise CalaçaDr. Fernando Zikan
Eduardo SôEliana Caminada
Esther WeitzmanFernanda Fiuza
1 2 3


   
MILTON KENNEDY

CURRÍCULO
BACHAREL E LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA, PELA FACULDADE F.M.U.

COMO PROFESSOR:

 DESDE 2012 E ATÉ A PRESENTE DATA, É PROFESSOR DE TÉCNICA CLÁSSICA DA ESCOLA DE DANÇA DE SÃO PAULO.
 DESDE 2016 É CONVIDADO PELO FESTIVAL DE JOINVILLE PARA MINISTRAR AULAS DE BARRA- TERRE E PREPARAÇÃO FÍSICA PARA BAILARINOS.
 DE 2006 ATÉ 2017 ATUOU COMO MESTRE DE BALÉ DO BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO.
 DESDE 2005 E ATÉ PRESENTE DATA TRABALHA NA ONG PROJETO GERAÇÕES MINISTRANDO AULAS DE BALÉS PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES..
 2011, 2012, 2013 ATUOU COM PREPARADOR CORPORAL PARA CIA ANTÔNIO NOBREGA DE DANÇA.
 2010: MINISTROU AULAS DE BALÉ CLÁSSICO PARA O GRUPO IVALDO BERTAZZO.
 2005: COORDENOU DOIS WOKSHOPS DE DANÇA CONTEMPORÂNEA NA CIDADE DE MURCIA (ESPANHA), DURANTE OS DIAS 8 A 12 DE NOVEMBRO NA ESCOLA DE DANÇA GROETSCH E NA ESCOLA SUPERIOR DE ARTE DRAMÁTICA DE MURCIA.
 2002 A 2003: MINISTROU AULA DE BALÉ CLÁSSICO NA ESCOLA MOVIMENTOS, DIRIGIDA POR SILENE PENHAVEL.
 1997: MINISTROU AULAS DE BARRA TERRE PARA O ELENCO DO BCSP, DURANTE UM MÊS.
EXPERIÊNCIA COMO BAILARINO PROFISSIONAL EM DANÇA

? CONTEMPORÂNEA

1999 - 2000: DÉBORAH COLKER CIA DE DANÇA (RIO DE JANEIRO), SOB A DIREÇÃO DE DÉBORAH COLKER

1987 - 2006: BALÉ DA CIDADE DE SÃO PAULO, DIREÇÃO EM ORDEM CRONOLÓGICA: LUIS ARRIETA, RUY FONTANA LOPES, IVONICE SATIE, JOSÉ POSSI NETO, IVONICE SATIE, MÔNICA. LARA PINHEIRO.


CURSOS E OUTRAS ATIVIDADES DE FORMAÇÃO

? ESPECIALIZAÇÃO EM BARRA SOLO (TÉCNICA DE CHÃO)

? 1998 - ESTÁGIO NO CENTRO INTERNACIONAL DE DANÇA TRADICIONAL CONTEMPORÂNEA AFRICANA NA CIDADE DE TOUBAB-DIALAW (SENEGAL), A CONVITE ESPECIAL DE GERMAINE ACOGNY, CON DURAÇÃO DE 15 DIAS.

? 2017 - CONCLUSÃO DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO EM PILATES PELO THE PILATES STUDIO BRASIL


36 -BARRA À TERRE 

PÚBLICO ALVO
BAILARINOS E BAILARINAS DE BALLET CLÁSSICO;BAILARINOS(AS) EM RECUPERAÇÃO DE ALGUM QUADRO DE LESÃO; PROFESSOR; EDUCADORES FÍSICOS; FISIOTERAPEUTAS.

PRÉ-REQUISITOS
ESTAR APTO A PRATICAR ATIVIDADE FÍSICA DE INTENSIDADES: BAIXO, MÉDIO E ALTO.

VESTUÁRIO ADEQUADO:
MENINAS E RAPAZES: ROUPAS DE BALLET EM GERAL.

PROGRAMA DE AULA
CONTEÚDO DO PROGRAMA DE ENSINO:
CONTRAÇÃO CORRETA DOS MÚSCULOS DOS MEMBROS INFERIORES.
ENTENDIMENTO DO ALINHAMENTO VERTICAL DA COLUNA.
ENTENDIMENTO E ACIONAMENTO DOS MÚSCULOS ABDOMINAIS E ERETORES DA COLUNA.
MANUTENÇÃO DA ROTAÇÃO EXTERNA DAS PERNAS (EN DEHORS).
MOBILIDADE ESPECÍFICA NA ARTICULAÇÃO DOS TORNOZELOS.
EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO PARA AUMENTAR A FLEXIBILIDADE.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
MANUTENÇÃO DO EN DEHORS.
EQUILÍBRIO DO TÔNUS MUSCULAR DOS MEMBROS INFERIORES.
ENFATIZAR A IMPORTÂNCIA DE UM BREVE AQUECIMENTO ANTES DAS AULAS DE BALLET CLÁSSICO.
A IMPORTÂNCIA DE ESTAR BEM FISICAMENTE, PARA O DESENVOLVIMENTO DA TÉCNICA.
TRABALHO ESPECÍFICO, COM OBJETIVO DE DIMINUIÇÃO DAS LESÕES.

METODOLOGIA:
MEMÓRIA MUSCULAR: A REPETIÇÃO (GRADATIVAMENTE CRESCENTE) E O ENTENDIMENTO DE CADA COMPOSIÇÃO DOS PASSOS, DESDE DO PRIMEIRO DIA DO CURSO.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
AUTOAVALIAÇÃO:
OBSERVAR O PROGRESSO GRADUAL EM CADA AULA.

37 -PREPARAÇÃO FÍSICA PARA BAILARINAS E BAILARINOS 

PÚBLICO ALVO
BAILARINOS E BAILARINAS PROFISSIONAIS DE TODOS OS GÊNEROS; TODOS OS ESTUDANTES DE TODAS AS DANÇAS; ARTISTAS DO MOVIMENTO; PROFESSORES; EDUCADORES FÍSICOS; FISIOTERAPEUTAS.

PRÉ-REQUISITOS
ESTAR APTO A PRATICAR ATIVIDADE FÍSICA DE INTENSIDADES: BAIXO, MÉDIO E ALTO.


VESTUÁRIO ADEQUADO:
MENINAS E RAPAZES: ROUPAS DE BALLET; ROUPAS EM GERAL UTILIZADAS PARA A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA

PROGRAMA DE AULA
CONTEÚDO DO PROGRAMA DE ENSINO:
CONDICIONAMENTO AERÓBICO GERAL.
CONDICIONAMENTO FÍSICO GERAL E ESPECÍFICO.
FORTALECIMENTO DOS MÚSCULOS ABDOMINAIS E ERETORES DA COLUNA.
MOBILIDADE ESPECÍFICA NA ARTICULAÇÃO DOS TORNOZELOS.
POTÊNCIA MUSCULAR NOS MEMBROS INFERIORES PARA MELHORAR SALTOS.
FORTALECIMENTO MUSCULAR DOS MEMBROS SUPERIORES.
EXERCÍCIOS DE PROPRIOCEPÇÃO PARA MELHORAR GIROS.
EXERCÍCIOS COM FAIXA ELÁSTICA
EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO PARA AUMENTAR A FLEXIBILIDADE.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
AUMENTO DA MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA.
ENFATIZAR A IMPORTÂNCIA DE UM BREVE AQUECIMENTO ANTES DAS AULAS.
A IMPORTÂNCIA DE ESTAR BEM FISICAMENTE, PARA O DESENVOLVIMENTO TÉCNICO DAS DANÇAS.
TRABALHO FÍSICO PROGRESSIVO, COM OBJETIVO DE DIMINUIÇÃO DAS LESÕES.

METODOLOGIA:
MÉTODO LINEAR: DOIS DIAS, PARA ADAPTAÇÃO GERAL.
MÉTODO ONDULATÓRIO: TRÊS DIAS, FAZENDO COM QUE O CORPO TENHA QUE SE ADEQUAR A CADA NOVA SESSÃO DE EXERCÍCIOS, EVITANDO A ESTAGNAÇÃO DOS MÚSCULOS EXIGIDOS.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
AUTOAVALIAÇÃO:
DIA 1, DETECTANDO SUAS QUALIDADES E DIFICULDADES FÍSICAS.
E A CADA DIA SE OBSERVAR SE HOUVE EVOLUÇÃO NAS CAPACIDADES FÍSICAS.
NO ÚLTIMO DIA, FAZER UMA ANÁLISE GERAL DAS QUALIDADES E DIFICULDADES.

38 -PREPARAÇÃO FÍSICA PARA BAILARINAS E BAILARINOS 

PÚBLICO ALVO
BAILARINOS E BAILARINAS PROFISSIONAIS DE TODOS OS GÊNEROS; TODOS OS ESTUDANTES DE TODAS AS DANÇAS; ARTISTAS DO MOVIMENTO; PROFESSORES; EDUCADORES FÍSICOS; FISIOTERAPEUTAS.

PRÉ-REQUISITOS
ESTAR APTO A PRATICAR ATIVIDADE FÍSICA DE INTENSIDADES: BAIXO, MÉDIO E ALTO.

VESTUÁRIO ADEQUADO:
MENINAS E RAPAZES: ROUPAS DE BALLET; ROUPAS EM GERAL UTILIZADAS PARA A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA

PROGRAMA DE AULA
CONTEÚDO DO PROGRAMA DE ENSINO:
CONDICIONAMENTO AERÓBICO GERAL.
CONDICIONAMENTO FÍSICO GERAL E ESPECÍFICO.
FORTALECIMENTO DOS MÚSCULOS ABDOMINAIS E ERETORES DA COLUNA.
MOBILIDADE ESPECÍFICA NA ARTICULAÇÃO DOS TORNOZELOS.
POTÊNCIA MUSCULAR NOS MEMBROS INFERIORES PARA MELHORAR SALTOS.
FORTALECIMENTO MUSCULAR DOS MEMBROS SUPERIORES.
EXERCÍCIOS DE PROPRIOCEPÇÃO PARA MELHORAR GIROS.
EXERCÍCIOS COM FAIXA ELÁSTICA
EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO PARA AUMENTAR A FLEXIBILIDADE.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:
AUMENTO DA MOTIVAÇÃO INTRÍNSECA.
ENFATIZAR A IMPORTÂNCIA DE UM BREVE AQUECIMENTO ANTES DAS AULAS.
A IMPORTÂNCIA DE ESTAR BEM FISICAMENTE, PARA O DESENVOLVIMENTO TÉCNICO DAS DANÇAS.
TRABALHO FÍSICO PROGRESSIVO, COM OBJETIVO DE DIMINUIÇÃO DAS LESÕES.

METODOLOGIA:
MÉTODO LINEAR: DOIS DIAS, PARA ADAPTAÇÃO GERAL.
MÉTODO ONDULATÓRIO: TRÊS DIAS, FAZENDO COM QUE O CORPO TENHA QUE SE ADEQUAR A CADA NOVA SESSÃO DE EXERCÍCIOS, EVITANDO A ESTAGNAÇÃO DOS MÚSCULOS EXIGIDOS.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO:
AUTOAVALIAÇÃO:
DIA 1, DETECTANDO SUAS QUALIDADES E DIFICULDADES FÍSICAS.
E A CADA DIA SE OBSERVAR SE HOUVE EVOLUÇÃO NAS CAPACIDADES FÍSICAS.
NO ÚLTIMO DIA, FAZER UMA ANÁLISE GERAL DAS QUALIDADES E DIFICULDADES.
Festival de Dança de Joinville